Empreendedorismo Social

A palavra empreendedorismo tem origem francesa “entrepeur”, que significa fazer algo novo.
O termo empreendedorismo social se refere á qualquer iniciativa empreendedora feita com o intuito de avançar causas sociais e ambientais , com ou sem fins lucrativos.
Resumindo, empreendedores socias visam transformar o mundo e melhorar a qualidade de vida das pessoas, buscando uma forma de vida mais justa e com menos desigualdade social, resolvendo situações relacionadas á moradia, saúde, educação, emprego, alimentação, meio ambiente e direitos humanos
Um bom exemplo é o Instituto Chapada, a organização regida pela pedagoga Cybele Oliveira, ajuda a melhorar a qualidade da educação pública, oferecendo apoio á formação continuada de professores e gestores de escolas.
O Adaptsurf é um projeto carioca que promove inclusão e integração social de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida com o surf adaptado, desenvolvendo parcerias com entidades ligadas ao esporte, escolas de surf e outros.
Criado em 1980, o Projeto Tamar, se tornou internacionalmente reconhecido como uma das maiores e mais bem sucedidas organizações em conservação marinha, atuando em vinte e seis localidades na área de pesquisa, conservação e manejo das cinco espécies de tartarugas marinhas do Brasil.
O empreendedorismo social gera valor para a sociedade e são focados na população de baixa renda.
São empáticos e motivados pelo altruísmo.
Para começar a desenvolver uma idéia, é preciso encontrar um problema a ser solucionado, promovendo assim uma solução e trazendo qualidade de vida para a população.

As mulheres e o empreendedorismo

Em um estudo realizado em 2018, foi apontado um perfil da mulher empreendedora no Brasil, em média, elas têm 39 anos, curso superior, são casadas e têm filhos.
A primeira grande mulherer empreendedora foi Madam C. J. Walker, conhecida por fundar a Madam C. J. Walther Manufacturing Company.
Com sua linha de cosméticos e produtos para cabelos de mulheres negras, se tornou milionária.
Sua propriedade em Nova York serviu de local para encontros sociais badaladíssimos da mais alta sociedade novayorquina afro-americana.
Entre 2002 e 2012, o número de mulheres que possuem sua própria empresa aumentou 18% e em dez anos o número de chefes de família aumentou 70%.
Temos muitos exemplos de mulheres fantásticas para nos inspirar!
Na moda, Gabriellle Chanel deixou sua marca, Côco, como gostava de ser chamada, criou uma das grifes mais luxuosas do mundo, se tornando personagem importante do século XIX,ela ditou tendência e marcou história.
No Brasil, Luiza Helena Trajano revolucionou, construindo um império de um dos maiores varejistas do Brasil, o Magazine Luiza.
Barbe-Nicole Clicquot atuou no século XIX, passando a entender mais sobre vinhos, após a morte de seu marido. Ela teve de aprender também a comandar a empresa, Barbe fez com que a Veuve Clicquot fosse reconhecida como uma das melhores marcas do planeta.
Nos dias de hoje, as mulheres precisam conciliar o trabalho com as tarefas do dia a dia e os cuidados com a família.
Existe ainda uma visão ultrapassada de que as mulheres não possuem pulso firme , ou, que não sejam capazes de comandar uma empresa. Em um ambiente masculino, a mulher chega trazendo novas idéias e oportunidades a serem exploradas, mas o salário ainda não é compatível.
O empreendedorismo feminino pode ser desafiador, porém muito vantajoso e possível.
A qualificação é indispensável, buscar novas idéias e se manter em dia com o mercado, além de procurar cursos e especializações e usar relatórios gerenciais e contábeis.
Manter a perseverança também é fundamental, pois empecilhos aparecerão pelo caminho.
Contar com profissionais capacitados como um bom contador também é uma ótima dica!
É preciso ter uma boa idéia e comprometer -se com ela.
Criar um bom produto e enfim vencer a burocracia!

Oque é Hub do empreendedor?

Criado pelos amigos da We Do Logos,(maior agência de design da América Latina) a parceiria visa promover descontos para empresas. Se uniram afim de fortalecer a comunidade empreendedora que buscam soluções em design, marketing, tecnologias, vídeos, comunicação, contabilidade e várias outras áreas.
A primeira a ação foi Black Friday, oferecendo descontos agressivos para novas empresas, tendo o objetivo de ressaltar a importância desse tipo de parceria no país.
Trazendo o aumento dessas startups para a comunidade empreendedora ate o final do ano,o projeto quer ajudar mais de 20 milhões de empresas a se desenvolverem.
Mais do que lugares descontraídos, decoração “moderninha” e gente jovem trabalhando, os Hubs de inovação são essenciais para conectar empresas e startups e fomentar a inovação.
Uma analogia comum é comparar os Hubs de inovação com um shopping center, onde as starups seriam as lojas e os investidores os clientes.
Os Hubs de inovação unem universidades,órgãos de fomenta e outros interessados e trazem impactos positivos como a criação de novos empregos e incentivo á experimentação.

A importância do empreendedorismo no Brasil

Devido os históricos de crise aqui em nossos pais, a população sempre foi muito criativa trazendo soluções inusitadas para superar momentos críticos.

Por isso somos o pais número um no mundo em empreendedorismo,porém não temos cases de sucesso de startups nacionais, que sejam referências mundiais.
As comunidades empreendedoras são fundamentais para conectar eixos que ajudam a movimentar o ecossistema do empreendedorismo como um TODO.
Essas comunidades colocam as diferentes iniciativas em contato, possibilitando informações úteis sobre os recursos disponíveis para sociedade. E é isso que falta no Brasil, apesar do número alto de empreendedores por aqui.

Mas, ser empreendedor vai bem além de apenas possuir empresas e melhorar o desempenho com objetivo do lucro.
A idéia é transformar rotinas de trabalho e aumentar a produtividade com idéias inovadoras, desenvolvendo tecnologias e ajudando a movimentar o ecossistema do empreendedorismo no Brasil. O que acaba trazendo mais segurança e incentivo á abertura de novas empresas e empreendimentos.
É natural que as pessoas tenham medo de investir no momento de instabilidade no qual estamos vivendo mas crises econômicas costumam trazer boas oportunidades.
Empresas que oferecem novas oportunidades em tempo de crises, ainda ajudam a reverter o quadro de instabilidade no país.
Não tenha medo,se tem uma idéia inovadora, na qual voce acredita que possa trazer beneficios para a sociedade, empreenda!